Um dos projetos apresentados na Feira de Prestação de Serviços da UERJ sem Muros deste ano foi a Liga de Cardiologia da UERJ (LiCor), da Faculdade de Ciências Médicas (FCM). A Feira ocorreu, no campus Maracanã, entre os dias 22 e 24 de setembro, quando foram oferecidos serviços gratuitos às comunidades da universidade e dos seus arredores.

O projeto, vinculado ao Departamento de Cardiologia da FCM, promove a saúde e a prevenção de doenças cardiovasculares (DCVs). Segundo a Liga, as DCVs têm sido a maior causa de mortalidade e responsáveis por elevados custos no Sistema de Saúde. Em 2007, quase 30% dos óbitos foram decorrentes dessas patologias. Por esses motivos, a Liga atua realizando intervenções comunitárias, com o objetivo de alertar sobre os riscos das doenças. 

Este ano, o programa tem como foco crianças e jovens.  Segundo Marianne Quintas, aluna que participa do projeto, as doenças cardiovasculares podem ter raízes na infância, devido a maus hábitos alimentares ou até mesmo à exposição passiva ao fumo. Ela acredita ser necessário uma conscientização da família nos cuidados em relação à saúde: “Pequenas mudanças têm um grande impacto na vida de crianças e adolescentes e previnem problemas futuros”, diz ela.

As ações de prevenção já aconteceram no Colégio Pedro II, com atividades interativas, como jogos que promovem a conscientização. A Liga também tem planos para atuar no Colégio Estadual Professor Ernesto Faria, em São Cristóvão.  Segundo a aluna Sarah Pini, outra participante do projeto, é necessário encontrar uma harmonia na alimentação dos jovens: “Não é necessário comer apenas salada ou fazer exercícios físicos todos os dias. É importante buscar um equilíbrio entre o que se gosta e o que faz bem”, conta ela.